OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

MASTERCLASS AZEITE DE OLIVA DO CHILE EM SÃO PAULO

Dia 07/Outubro (quarta-feira), no Hotel Renaissance, em São Paulo,  o Jornal Jardins, participou da primeira MasterClass Azeite de Oliva do Chile.
Gabriela Moglia, gerente da marca ChileOliva, e Pamela Gonzalez, chefe de projetos da ChileOliva e integrante do Painel de Degustação do Azeite de Oliva na Universidade Católica do Chile (reconhecida pelo Conselho Oleícola Internacional - COI) conduziram a prova e apresentaram técnicas para degustação de azeites, além das características, processo de produção e posicionamento no mercado.
MASTERCLASS AZEITE DE OLIVA DO CHILE EM SÃO PAULO 
Foram degustados azeites das marcas:
DELEYDA
EVOOFOODS
LAS DOSCIENTAS
MONTEOLIVO
LAS TIZAS
ALONSO
E TERRAMATER

Após a MasterClass aconteceu a degustação de todos o azeites de oliva do Chile com pratos salgados e doces,em um buffet especialmente preparado para que todos experimentassem  a versatilidade do produto chileno.

DICAS E MITOS SOBRE O AZEITE
Ciente de que o consumidor brasileiro exige produtos saudáveis e está sempre à procura de uma boa relação custo X qualidade, a indústria chilena oferece um produto de altíssima qualidade: o Azeite de Oliva Extravirgem do Chile. Usado corretamente, ele entrega propriedades saudáveis e alternativas culinárias particulares. Então, aqui estão algumas dicas e mitos sobre seu uso: 

1. Prefira azeites que não tenham aromas de azeitona em conserva: o azeite deve ter sabores frescos e herbáceos e amargor equilibrado, com picor marcado e persistente, mas nunca aromas de azeitonas em conserva. Isso significa que o produto tem um defeito (tulha), o que diminui a sua qualidade, suas virtudes culinárias e nutricionais.

2. Use em todas as suas refeições: o mito diz que o azeite de oliva não é bom para fritura, que para isso deve-se usar o óleo de girassol. No entanto, de acordo com estudos, o azeite suporta bem as altas temperaturas e, por isso, a comida absorve menos gordura durante a fritura, o que se traduz em refeições mais saudáveis.

3. Consuma para cuidar de sua saúde: rico em polifenóis - substâncias que auxilia o sistema digestivo e possui ação antioxidante -, ajuda a prevenir o câncer, de acordo com vários estudos científicos. Também protege as artérias, uma vez que contém um alto teor de substâncias químicas que aumentam os níveis de colesterol bom e reduzem o ruim.

4. Proteja-o da luz: até hoje muitos acreditam que o azeite deve ser armazenado em recipientes claros, no entanto, isso é o prejudica; o azeite precisa ser mantido em recipientes escuros, porque é um produto sensível à luz.

5. Conserve-o bem fechado: além da cor ou transparência da embalagem, é importante que o recipiente esteja bem tampado, preservando, assim, o sabor e as propriedades benéficas à saúde. 

6. Consuma com moderação, se você está fazendo dieta: muitos creem que o azeite é light. No entanto, o azeite fornece 9 kcal por grama, o mesmo que qualquer outra gordura. No entanto, a sua composição química, rica em ácidos graxos monoinsaturados (especificamente ácido oléico – cerca de 70%), torná-o muito mais saudável do que outros óleos. 

7. Benefícios para a saúde: estudos recentes, comparando diferentes estilos de alimentação, têm mostrado que os países mediterrânicos têm maior expectativa de vida e menores taxas de doenças cardiovasculares e câncer do que outros países. Isto é devido à chamada Dieta Mediterrânea, um estilo de comer onde o azeite tem um papel de protagonista.

ChileOliva

Os principais produtores estão agrupados na Associação ChileOliva, com 37 empresas associadas, que concentram mais de 93% de participação na indústria. Atualmente, o Chile possui por volta de 24 mil hectares plantadas e 30 moinhos que produzem mais de 17 mil toneladas de azeite de oliva extra virgem. A colheita acontece nos meses de maio, junho e julho. Mais informações: www.chileoliva.cl. 

foto: divulgação