OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

domingo, 25 de outubro de 2015

NO ANIVERSÁRIO DE PICASSO, 9 MULHERES DO PINTOR E SEUS RETRATOS

Se estivesse vivo, Pablo Picasso, um dos maiores pintores do século 20, completaria 134 anos neste domingo. Além de artista inquestionável, Picasso amava as mulheres. E, todas com quem ele se envolveu, tiveram seus devidos retratos assinados pelo artista.

Abaixo as  mulheres de Picasso em duas versões: a real (em foto), e a cubista, a visão do gênio.

FERNANDE OLIVIER
Quando foi morar em Paris, em 1904, Picasso conheceu Fernande Olivier. Mesmo já casada com outro homem, ela viveu com o artista até 1912 e serviu de modelo para uma série de retratos em 1909. Admitiu nunca ter visto sentido no cubismo em recente biografia  

EVA GOUEL
Em 1911, Picasso começou a se envolver com Eva Gouel (nome artístico de Marcelle Humbert). Depois de uma separação abrupta de Fernande Oliver, os dois começaram a viver juntos. Porém, em 1915 Eva morreu de tuberculose, deixando Picasso devastado e fazendo com que eles escrevesse “eu amo Eva” em algumas de suas pinturas na época 

GABY LESPINASSE
Enquanto estava com Eva, Picasso também tinha um caso Gaby Lespinasse, uma dançarina de cabaré de Montparnasse. Esse foi um dos mais curtos e secretos affairs de Picasso, de 1915 a 1916. Nem os amigos mais próximos do pintor sabiam da existência de Gaby, os únicos registros dos dois juntos são pinturas do quarto onde ficavam com mensagens de amor de Picasso a Gaby 

OLGA KHOKHLOWA
O primeiro casamento de Picasso foi com a bailarina russa Olga Khokhlova, mãe do primeiro filho do artista, Paulo, nascido em 1921. Os dois viveram juntos de 1917 a 1935. período foi turbulento. Enquanto Picasso era mais boêmio, Olga preferia o convívio da alta sociedade. Após a separação, a bailarina começou a enviar cartas de ódio ao pintor 


MARIE-THERÉRÉSE WALTER
O caso de Picasso com Marie-Therérèse Walter começou em 1927 quando ele ainda era casado com Olga. Marie tinha apenas 17 anos, enquanto Picasso tinha 46. O affair ficou em segredo por oito anos e gerou Maya em 1935, primeira filha do artista. Os dois se separaram em 1936 .

DORA MAAR
Dora Maar, teve um caso com Picasso e foi retratada por ele.

FRANÇOISE GILOT
Françoise Gilot era estudante de direito até 1943, quando conheceu Picasso e largou os estudos para viver ao lado do artista. Os dois tiveram dois filhos: Claude e Paloma. Porém, os casos de Picasso com outras mulheres e sua natureza abusiva fizeram com que os dois se separassem em 1953 

GENEVIÉVE LAPORTE
Geneviève Laporte e Picasso se conheceram em 1944, quando a garota entrevistou o artista para o jornal da escola. Anos depois, em 1951, Picasso então com 70 anos voltou a ser entrevistado pela jovem Geneviève, com 24 anos na época, foi então que o affair começou. Ficaram juntos de 1951 a 1953, chegando a passar um temporada inteira em St. Tropez. Os dois terminaram depois que o pintor a convidou para morar com ele ao mesmo tempo em que ele ainda estava com Françoise Gilot.

JACQUELINE ROQUE
Jacqueline Roque foi a segunda esposa de Picasso e também sua última parceira. Os dois de conheceram na cerâmica Madoura, onde o artista trabalhava, e ficaram juntos até o ano da morte dele, 1973. Picasso nunca retratou tanto uma mulher quanto Jacqueline, chegando a pintar 70 retratos dela em um ano .

fotos: divulgação

fonte:
http://glamurama.uol.com.br/no-aniversario-de-picasso-9-mulheres-do-pintor-e-seus-retratos/#6