OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sábado, 23 de outubro de 2010

CACO CIOCLER ABRE RESTAURANTE EM SÃO PAULO

Caco Ciocler acaba de inaugurar seu próprio restaurante. Em sociedade com o cunhado Bruno Previato.

A casa italiana é inspirada no La Pergola, em Roma – três estrelas no Guia Michelin – comandado pelo alemão Heinz Beck, mestre de Bruno e do jovem chef italiano Rodolfo de Santis, que pilota os fogões do Biondi.
Caco Ciocler e Bruno Previato
Nascido em Puglia, Rodolfo começou a cozinhar aos 14 anos e foi trabalhando no Four Seasons de Genebra que conheceu Bruno, na época, gerente de alimentos e bebidas do hotel na Suiça.
Formado pela scola suíça de hotelaria Les Roches e depois de trabalhar por onze anos com gastronomia na Europa, Bruno decidiu voltar ao Brasil para investir em seu próprio empreendimento e convidou Rodolfo para se juntar ao time.

O Biondi aposta na cozinha clássica italiana, com pratos preparados com poucos e bons ingredientes e apresentados de forma delicada. Entre as opções de entradas, camarão grelhado com aspargos e creme de ervilhas frescas e Caprese Biondi, feita com mussarela de búfala, espuma de manjericão e e pera.
Já entre as massas e risotos, é possível escolher o ravioloni de lagosta, manteiga de crustáceos, limão siciliano e hortelã ou o risotto de Porccini com creme de taleggio e pignoli. Além das opções de carnes que incluem o coelho “alla Cacciatora” e mil folhas de batata com alho poró e o robalo ao creme de limão siciliano e manjericão roxo, aspargos e tomate cereja.
Das sobremesas do cardápio, o destaque é a Granita Siciliana com consommé de frutas do bosque e flores, uma receita especial que o chef aprendeu com a “nonna”.
Por fim, a carta de vinhos, que é composta por cerca de 90 rótulos – entre espumantes, tintos, brancos, rosés e de sobremesa, com destaque para os produzidos na Itália e França, além de opções da Argentina, Brasil, Chile e Portugal.
Quem assina o projeto arquitetônico do Biondi é Márcia Andréa, do escritório 2Buy. Para proporcionar o clima moderno e aconchegante, a fachada de tijolos aparentes é complementada por grandes janelas de vidros, que levam luz natural ao salão durante o dia. À noite, a iluminação dá ao restaurante um clima intimista e sofisticado.
No bar, logo na entrada, um painel da fotógrafa Giselle Tessler com imagens da Itália, balcão e mesas de acrílico branco e bancos altos de couro. O salão tem capacidade máxima de 65 lugares.
Os almoços são servidos de segunda a sexta, das 12h às 15h e aos sábados, das 13h às 16h. E os jantares acontecem de segunda a quinta das 19h às 14h e as sextas e sábados, das 19h às 24h30.


foto: divulgação

Biondi
Rua Pedroso Alvarenga, 1026, Itaim Bibi, São Paulo