OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Sonia Braga declara amor ao Recife

 A chegada de Sonia Braga ao Siri:


Sonia Braga conta que aprendeu a dançar frevo aos 8 anos

Em conversa ao pé do ouvido com o Social1, Sonia Braga contou que tem ótimas lembranças do Recife. “Já tive um namorado daqui”, sorriu. Animada, disse que adora o Nordeste e o clima, sobretudo as pessoas. “Amo esse sotaque”. La Braga disse ainda que, desde os oito anos de idade, dançava frevo na frente do espelho e que tinha o maior orgulho porque ninguém mais entre seus amiguinhos conseguia dançar, porque tinha a maior dificuldade.

A Diva no camarote acompanha show de Almir Rouche
Durante a conversa, Sônia disse que está se sentindo muito bem representada por Juliana Paes, que vai reviver a personagem que a eternizou, Gabriela. “Juliana Paes é uma atriz lindíssima, super brasileira, todo trabalho que ela faz eu assisto, ela arrasa”. Ela também disse que é super a favor dos remakes, principalmente em torno de um personagem que se tornou um ícone.


 Salão do Siri já completamente lotado

De olho no show de Almir Rouche, segurando a imensa echarpe que ela mesma costurou a mão, a atriz também disse que não tem qualquer tipo de ciúmes da personagem, uma vez que a história não pertence a ela, e sim ao autor da obra. “Mas se quisessem fazer uma reprise da que eu atuei, iria achar ótimo”.  


Sonia diz que só pode ser perua uma vez ao ano, então escolhe o Carnaval
Em tempo, a echarpe é um acessório multi-uso, vira também uma bolsa, onde ela carrega sempre uma rasteirinha, para quando cansar do salto. 
Diva é diva.




fotos: divulgação