OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sexta-feira, 22 de março de 2013

MODISMOS - ANOS 80

Na  semana  da moda, nada como, dar uma rebobinada na fita (alguém lembra disso? Já pagou multa na locadora por ter esquecido de rebobinar a fita?)...para mostrar aos leitores, alguns modismos ou como dizemos hoje "tendências" da década de 80.

JEANS

Não foi uma peça criada nessa década, entretanto fez sucesso com diferentes lavagens e aplicações. As calças foram as que mais receberam detalhes exagerados, como as enormes etiquetas de grife, pespontos coloridos, enfeites de couro natural e de acabamentos metálicos inspirados nos punks.
As lavagens eram uma moda à parte, que poderiam vir de fábrica ou feitas na lavanderia do bairro, dentre as lavagens destacavam-se:
délavé – ficava em um tom azul claro,
estonado – lavados com pedras vulcânicas,
destroyed – a lavagem era feita com química corrosiva que deixava a calça com rasgões aleatórios.

OMBREIRAS
 Aquelas almofadinhas trilaterais costuradas em paletós, camisas, blusas, sutiãs e onde mais sua imaginação mandar...
Aí você se pergunta, mas porque raios fazer os ombros femininos parecerem maiores? Eu não sei te dizer. Talvez tivesse algo a ver com o momento em que as mulheres viviam - de afirmação e de poder que estavam começando a ter no local de trabalho, talvez...

BLAZER
Era peça obrigatória entre as mulheres que trabalhavam fora, além de protegê-las do frio do ar condicionado dos escritórios.
Isso sem contar que estamos naquela época em que as mulheres buscavam conquistar seu espaço no mercado de trabalho e os blazers masculinos combinavam com o novo perfil feminino.

CALÇA SOCIAL

Eram uniformes de trabalho e poderiam ser na mesma silhueta masculina ou mais ajustadas, o que agradava as brasileiras.
A calça baggy no início dividiu opiniões, já que o corte aumentava os quadris e não valorizava boa parte da população, entretanto poucos passaram pelos anos 80 imunes a esse modelo.

 MINI SAIA

Assim como o jeans e ombreiras, essa não foi uma peça criada nesta década, entretanto foi muito usada, no melhor estilo “quanto mais curto melhor”. Dizem que só não usou minissaia na década de 80 os homens e as senhoras mais idosas.

MODA PRAIA

Essa foi uma época, no mínimo ousada para as roupas de praia. Os modelos fio dental, sunkier e asa-delta circulavam pelas praias e clubes da época.
Os tons de néon, como rosa e verde-limão eram o último grito dos olhos da moda.
O topless tentou aparecer em praias e piscinas, mas não colou. Não podemos esquecer que essa foi a década dos bronzeadores e misturinhas para atingir o bronze perfeito, protetor solar era coisa de crianças e idosos.

CABELOS
Todos queriam ter volume e cachos, queria ser selvagem.
Seguimos com a moda dos cabelos na década marcada pelos exageros.
E se tem uma coisa que não se pode reclamar nessa década é a falta de opções de cortes de cabelo e cores, então força na peruca e vem comigo.
O culto ao corpo, academias de ginástica e dança estavam na moda, então manter os cabelos úmidos, como se tivessem recém saído da academia era considerado in. O gel estava lá para dar aquela ajudinha.
Não me diga que você usou?Além do corte mullet o repicado no melhor estilo “selvagem” fazia muito sucesso. Esse corte poderia ser com os cabelos repicados ou apenas a lateral com volume, fazendo um tipo leoa ou pantera.
Outros dois cortes muito usados nesse período foram os curtos assimétricos e os curtos com volume. Alguém lembra?

MAQUIAGEM ANOS 80.

A maquiagem no início da década começa com blush bem marcado, os tons terrosos e rosa são os preferidos entre as mulheres.
No início da década o azul passa a reinar, tanto na moda como na maquiagem.
Já para o final da década de oitenta as maquiagens vão suavizando e buscando um aspecto mais natural, acompanhando aquela tendência mais naturalista de saúde e culto ao corpo.

SOMBRANCELHAS


Outra mudança que percebemos dos anos 70 para os 80 são as sobrancelhas, que deixam de ser finas e passam a ser mais selvagens do que nunca, dá uma olhada, elas parecem ter vida própria...

BATOM

As bocas não ficaram de fora dos modismos, o batom vermelho reinou boa parte da década de oitenta, junto com o rosa e todas as suas variações.

Batom Boka Loka
E quem lembra desses daqui?
O gloss líquido fez muito sucesso, junto com os batons 24 horas que não saiam nem com sabão e vinham nas cores mais estranhas, como: verde, azul, preto... e ganhavam uma coloração em contato com os lábios.
É isso, espero que tenha gostado dessa viagem entre batons, sombras e blushes, relembrando o que era moda nos anos 80.

ANOS 80 NO BRASIL
Já estamos na reta final da nossa volta pelos anos 80,como em outras épocas que já passaram por aqui, falamos sobre o cenário histórico, dos estilistas, dos modismos, beleza, moda brasileira e música.
Hoje chegou a vez de falar sobre a moda no Brasil, uma época bem ambígua em que o mundo estava inserido em uma forte onda capitalista em que dinheiro e poder marcavam o período e no Brasil enfrentávamos uma forte crise econômica e a redemocratização com a queda da ditadura militar.

APRESENTADORAS INFANTIS

Quem também fez moda foram as apresentadoras infantis, sendo que Xuxa capitalizou o desejo de compartilhar seus figurinos com seus baixinhos.
As meninas eram vestidas como mini adultas, usando muitas penas, ombreiras, penduricalhos e rosa shocking.

MODA BRASIL

Culto às marcas
O desejo criado pelas marcas na década anterior segue nos anos 80 e os jeans, assim como a moda praia se fortaleceram como os mais importantes produtos nacionais.
Zoomp de Renato Kherlakian e a Forum de Tufi Duek colaboraram para consolidar esse fenômeno e sucesso das marcas.
A moda ganhou mais espaço e as revistas e publicações foram se adaptando a esse novo cenário, o destaque fica para a Claudia Moda, que teve a direção de Costanza Pascolato.
Ao fim de todas essas retrospectivas, fica a pergunta:

BANDAS E ARTISTAS - MARCARAM OS ANOS 80
Durante essa década surgiram muitas bandas e artistas, cujo o som não podiam ser classificados, ou enquadrados nos estilos vigentes na época, então mais do que falar de estilos.
U2
A banda Irlandesa formada no final da década de 70, com certeza marcou a década de 80 com alguns dos melhores álbuns lançados no período. Se Bono Vox representa a cara e a voz politizada do U2, The Edge é o responsável pela nova leitura do rock feita pela banda.
Estou me controlando para não fazer um post inteiro sobre essa que é uma das minhas bandas favoritas e a que, na minha opinião, produziu as mais lindas baladas românticas e hinos de várias gerações. Mas vou me controlar.
O grupo pode ser considerado como o único que sobreviveu aos 80 e continua até hoje na ativa e arrastando multidões.

THE SMITHS

Mais uma banda que é a cara dessa década, a banda surgiu na Inglaterra e pode ser considerada como o mais importante grupo alternativo.
A vida da banda não foi tão duradoura quanto o U2, todavia se consagrou como uma das bandas mais influentes da década de 80.
A banda tem seu primeiro álbum considerado o grande clássico do grupo, mas atingiu o sucesso com o disco de 1984 que trazia entre os sucessos Back on the Chain Gang.

SIMPLE MINDS
 Essa banda escocesa teve seu início na cena pós-punk mas teve seu estilo redirecionado após o sucesso internacional da música Don`t you, feita para a trilha sonora do filme O clube dos cinco.
O grupo competia igualmente com outra grande banda, U2, contudo com uma discografia irregular, a banda começou a entrar em declínio no final desta década.

TEARS FOR FEARS
Foram lançados ao sucesso do dia para noite. O primeiro álbum de 1983 foi aclamado pela crítica e o segundo disco, veio para confirmar seu sucesso, fazendo com que seus vídeos forrassem a programação da MTV.
A superexposição e o terceiro álbum com um som mais psicodélico fizeram com que a banda terminasse. Em 2004 ensaiaram uma volta, mas a fórmula já não funcionava mais.

DURAN DURAN

Foi o grupo que projetou o New Wave para o grande público. Tinham um estilo reinado de se vestir e vídeos cheios de glamour.
A primeira fase foi a mais criativa da banda e com a saída de alguns integrantes que priorizavam outros projetos, a banda não teve folego para repetir e manter o sucesso anterior.

THE POLICE
A banda surgiu na década de 70 junto com movimento punk, entretanto mesmo com o som mais pesado dos primeiros discos, não podia ser classificada nesse estilo. Na década de 80 misturavam reggae, rock e jazz.
A banda se desfez em 1984 e em 2007 o grupo se reuniu para apresentações ao vivo.

DIRE STRAITS

Dois acontecimentos contribuíram para o sucesso da banda: a MTV e o surgimento do CD. O estilo peculiar do grupo era influenciado por gêneros como country, jazz e rock progressivo.
Tudo ia muito bem até que o vocalista decidiu se dedicar a outros projetos depois da turnê de 1986. Tentaram voltar nos anos 90, mas aí o sucesso e o espaço já não existiam.
OUTRAS BANDAS QUE MARCARAM  A DÉCADA:
 Blondie, INXS, Men at Work, Midnight Oil, Pet Shop Boys, Roxette e Pixies.

ARTISTAS:
 Boy George, Billy Idol, Nina Hagen, Madonna, Cindy Lauper, Bryan Adams, Phil Collins, Lionel Richie e George Michael.
Uma pena apenas citá-los, tenho vontade de colocar pelo menos uma música de cada um aqui, mas o post não teria fim... #triste.
Espero que seus artistas e bandas favoritas não tenham ficado de fora.

SOM DO BRASIL – ANOS 80
Se lembrarmos do som do Brasil nos anos 70 (reveja aqui) aquela foi uma época marcada pela ditadura e fora a Jovem Guarda, Rita Lee e Raul Seixas, os outros artistas faziam músicas politizadas, contestadoras, o que recebeu o nome de música “panfletária” e nos anos 80 os jovens pediam por novidades e assim surgiram as novas bandas.

IRA
 A banda lançou seu primeiro álbum em 1985 e a cada lançamento emplacava inúmeros sucessos, incluindo uma música para abertura da novela da Globo: O Outro – Flores em você.
A banda nunca parou totalmente, entre trabalhos individuais do guitarrista Edgar Scandurra e do vocalista Nasi, a banda sempre surpreende os fãs de tempos em tempos.

RPM
Vamos esclarecer de uma vez por todas o que significa o nome da banda pelo menos pra mim que sempre confundo, foi inspirada em 45 rpm (rotações por minuto), entretanto o rotações foi substituído por revoluções, então o nome da banda é Revoluções Por Minuto.
A banda é de 1985 e seu primeiro disco foi tocado a exaustão com os sucessos: Olhar 43, Rádio Pirata, Louras geladas. Em 1986 já eram considerados megastars e se tornaram rapidamente um recorde na indústria fonográfica.
Cansados de toda a loucura o RPM resolveu dar um tempo, voltou em 1988 sem o mesmo sucesso de antes e após esse álbum a banda encerrou seus trabalhos e só voltaram em 2002 para um CD ao vivo.

TITÃS
A banda foi formada em 1982, porém o primeiro disco veio em 1984 com o sucesso Sonífera Ilha. Em 1986 se consagraram como banda e compositores com o disco Cabeça Dinossauro.
A música flores em 1989 ganhou um prêmio da MTV Americana como o melhor vídeo de rock da América Latina.
A banda nunca parou, entre as saídas de seus componentes para trabalhos solos, continuam na ativa como uma banda consagrada do rock nacional.

ULTRAJE A RIGOR
 Uma banda com letras bem humoradas e de influências como surf music e jovem guarda dos anos 60, emplacou inúmeros sucessos como Inútil, Ciúmes, Marilou, entre muitas outras.
A banda surgiu em 1983 e seguiu com inúmeros sucessos até o início dos anos 90 quando passou por algumas mudanças como troca de integrantes e mudança de gravadoras, entretanto a banda continua na ativa até hoje.

BARÃO VERMELHO
A banda é de 1981, entretanto ganhou projeção com o álbum de 1983 com a música Pro dia nascer feliz e seguiu com sucesso nos próximos discos como: Bete Balanço e Maior Abandonado.
Em 1985 se apresentaram no Rock in Rio e em seguida o vocalista Cazuza deixou a banda para se dedicar à carreira solo. Quem assumiu os vocais foi o guitarrista Frejat que seguiu com outros sucessos como Pense Dance. O Barão segue firme na estrada até hoje.

CAZUZA
Seguiu com inúmeros sucessos entre eles: Exagerado, Codinome Beija-Flor, Ideologia e Brasil consagrada na voz da Gal Costa. Cazuza continuou gravando e se apresentando até a sua morte em 1990.

BLITZ
 O primeiro disco de 1982 já saiu com um grande sucesso: Você não soube me amar e uma curiosidade – o disco teve duas músicas censuradas e a gravadora para não perder a prensagem dos mais de 10.000 LPs, riscou as duas últimas faixas e assim elas não puderam ser tocadas.
A banda seguiu firme e forte até 1984 quando a banda se desfez e Evandro Mesquita seguiu carreira solo e retomou a profissão de ator e Fernanda Abreu também seguiu carreira solo.

KID ABELHA
Banda de 1982 surgiu com o nome Kid Abelha e os Abóboras Selvagens. O primeiro álbum trouxe o sucesso Pintura íntima, Fixação, Como eu quero, entre outros.
Em 1985 o baixista Leoni deixou o grupo para formar outra banda: Heróis da Resistência. Em 1991 a banda simplificou o nome e ficou como conhecemos hoje, apenas Kid Abelha.
A banda esta na ativa até hoje.

PARALAMAS DO SUCESSO
Paralamas do Sucesso: Banda formada em 1982 tinha no vocal Ronel e Naldo, Herbert só tocava guitarra.
Tempos depois os dois vocalistas saíram e Herbert assumiu os vocais e seguiram com inúmeros sucessos entre eles: Óculos, Meu erro, Romance ideal, Alagados, Melô do marinheiro e Você – regravação de Tim Maia.
A banda continua na ativa até hoje.

LEGIÃO URBANA
 Difícil falar da minha banda de rock nacional favorita, vou tentar ser sucinta. O primeiro álbum é de 1985 com os sucessos: Será, Geração Coca-Cola e Ainda é cedo. Depois do primeiro lançaram mais 3 álbuns que são considerados clássicos do rock nacional.
O álbum Dois de 1986 (meu favorito) trouxe os sucessos Eduardo e Mônica, Tempo perdido e índios. Depois vieram outros hinos como: Que país é esse, Faroeste caboclo, Eu sei, Há tempos, Pais e filhos, Meninos e meninas.
Infelizmente a banda terminou com a morte precoce de seu vocalista Renato Russo em 1996, mas continua viva na memória de uma geração inteira, por ser a maior e mais incrível banda dos anos 80. #prontofalei.

SEPULTURA
 Surgiu em 1983 e colocou o Brasil no mapa do metal. A partir do segundo disco a banda começou a ganhar espaço fora do país e em 1989 assinaram com um selo holandês e se estabeleceu nos anos 90 como uma das melhores bandas de metal da década.
Em 1991, a banda tocou no Rock in Rio II e logo depois, lançam o álbum Arise, que vendeu cerca de 160 mil cópias nas primeiras oito semanas. Esse é considerado o melhor momento do Sepultura.
Apesar de alguns desentendimentos entre os membros da banda, o Sepultura segue firme e forte até hoje.
OUTRAS BANDAS:
 Capital Inicial, Plebe Rude, João Penca e seus Miquinhos Amestrados, Biquíni Cavadão, Camisa de Vênus, Engenheiros do Hawaii, Nenhum de Nós, Yahoo, Metrô, Tokio e Inimigosdo Rei.

ARTISTAS:
 Lobão, Lulu Santos, Marina Lima, Rosana, Sandra de Sá, Sidney Magal, Wando, Guilherme Arantes, Silvinho, Leo Jaime, Pepeu Gomes, Roupa Nova, Fafá de Belém, Elba Ramalho, Fabio Junior, Biafra, Gilliard, Djavan, Fagner, Joana, Tetê Espindola, Zizi Possi, José Augusto e Fausto Fawcet.
Deixei vários artistas e bandas de fora, uma pena, o post já esta enorme, mas entendo que o tempo de quem visita blogs é diferente de quem está fazendo uma pesquisa profunda sobre o assunto.
Espero ter passado a essência das bandas brasileiras nesta década

fotos: divulgação
(Site: liketotally80s.com. Todas as fotos estão creditadas, as que retirei das minhas revistas coloquei assinatura do blog, por ter sido eu quem fez a digitalização das imagens.)


fonte:
http://www.rafaelando.com