OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sábado, 15 de junho de 2013

YENZAH COSMÉTICOS AMPLIA PRESENÇA NAS FÁRMÁCIAS

Dizem que, no mundo dos negócios, coincidências não existem. No caso de Rodrigo Goecks (foto) e Marcelo Chrispim, isso é a mais pura expressão da verdade. Quando se conheceram, há mais de 20 anos, eles talvez nem sonhassem que um dia viriam a ser sócios de uma mesma empresa.

 Rodrigo Goecks
 Naquela época, aliás, a ideia pareceria estranha, porque trabalhavam em cargos de direção em multinacionais concorrentes – Rodrigo na L’Oréal, e Marcelo na Wella.

Mas o mundo da voltas. E eis que quatro ou cinco anos atrás, quando ambos trabalhavam juntos na Niely, um projeto comum começou a ganhar corpo entre uma e outra conversa entre os dois. E esse projeto veio a se materializar pouco tempo depois, em fevereiro de 2010, quando a marca Yenzah Cosméticos foi oficialmente lançada. 

Doze meses antes disso, entretanto, os primeiros produtos da marca, para tratamento capilar, começaram a ser desenvolvidos por uma equipe de experientes profissionais de mercado, amigos e parceiros de Rodrigo e Marcelo nas companhias do segmento de beleza em que haviam trabalhado anteriormente. “Desde o princípio, a proposta era criar uma linha de produtos de performance mais elevada e de maior valor agregado para um consumidor mais exigente”, explica Rodrigo. Considerando os objetivos e atributos das linhas, a opção pela farmácia como canal prioritário, naturalmente surgiu como a mais viável.

E deu muito certo:”Hoje, 60% do faturamento da Yenzah vêm das farmácias, com quem mantemos um excelente nível de relacionamento, construído em função de uma sólida parceria que estabelecemos com elas, que inclui -além do acompanhamento e da presença constante de nossa equipe nos PDVs -, o desenvolvimento de soluções customizadas para cada cliente, pensadas e aprovadas junto com o time de Compras dele”, pontua Rodrigo Goecks. Exemplo recente disso foi a criação de um display de óleos hidratantes acondicionados em embalagens pequenas, com 7ml, e vendidas a R$ 10, posicionadas nos checkouts de uma grande rede farma. “Foi um sucesso espetacular”, sublinha.

Em todos os momentos
Sucesso, aliás, é “artigo” que não falta na ainda curta, mas consistente trajetória da Yenzah. Prova disso tem sido o crescimento ininterrupto ao longo dos anos, que culminou, em 2012, com a materialização de um faturamento recorde de 259% e presença marcante em nada menos do que 3.500 pontos de venda no País, entre eles, as lojas e redes como Big Ben, Panvel, Onofre, Drogaria Iguatemi, e Nissei. 

Como justificar esse salto impressionante? Bem, segundo Rodrigo, não há muito segredo: “A gente se esforça para estar sempre ao lado da consumidora, onde quer que ela esteja”, define. Explicando melhor, ele diz que a Yenzah divide essa presença, basicamente, em três momentos icônicos. O primeiro é na casa dela, onde a empresa “entra” por meio da internet (site, blog e redes sociais), pela TV (comerciais) e pela mídia impressa, com anúncios em revistas. O segundo momento da consumidora é aquele em que ela está em trânsito, e tem contato com a marca por meio de visualizações em busdoors e de ações de sampling. Finalmente, o terceiro é o PDV. “Temos uma força muito grande nas lojas, graças ao trabalho de uma equipe de treinamento do pessoal da farmácia, além de coordenadores técnicos e cabeleireiros, que fazem diagnósticos e aplicações de produtos in loco. Isso tem feito toda a diferença para a percepção da Yenzah como uma marca próxima à consumidora”, enfatiza.
Com o objetivo declarado de se transformar numa das maiores empresas nacionais de cosméticos, a empresa, entretanto, quer fazer o caminho que a levará até lá sem atropelos, passo a passo e com muita consistência. Além de implicar um crescimento estruturado, sem perder o nível de serviço, para a Yenzah, isso também significa investir constantemente no aperfeiçoamento da qualidade de seus produtos. E, sim, fazer lançamentos frequentes, a fim de turbinar ainda mais o seu portfólio, que atualmente conta com 40 referências, entre itens capilares e hidratantes corporais: “Deveremos chegar a perto de 100 SKUs até o final de 2013, com o lançamento de uma completa linha de esmaltes, de alta qualidade e cores incríveis, que faremos em setembro deste ano, durante a Beauty Fair”, antecipa Rodrigo Goecks, com um sorriso.


fotos: divulgação

www.yenzah.com.br