OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

REFLEXÃO:ALTA - COSTURA FLERTA COM VERSATILIDADE E JUVENTUDE, MAS NÃO LARGA MÃO DO SONHO

A semana de Alta-Costura Verão 2014 termina nesta quinta (23.01) em Paris e deixa duas imagens fortes e opostas: os vestidos de sonho ou pirações criativas e as peças que mais parecem ter saído de uma passarela de prêt-à-porter. Muitas marcas foram da simplicidade à exuberância em cerca de 40 looks, mostrando peças exclusivas e caríssimas para os diversos momentos na vida de uma mulher absurdamente rica.
Backstage do desfile de Alta-Costura da marca Valentino 
Entre as obrigações de uma marca que integra o sindicato da Alta-Costura, está a apresentação de roupas para o dia e para a noite no desfile. O que ocorre é que as roupas do dia têm se mostrado cada vez mais simples (em sua estética) e também buscam o eterno rejuvenescimento.
Veja abaixo 20 exemplos da relação entre contemporâneo e encanto vista nos desfiles das principais grifes na temporada Verão 2014. As fotos  mostram que essas peças especiais também podem ter um visual moderno e oferecer, mais do que o sonho, uma roupa usável.

CHANEL

(Inspiração: sportswear, nightclub futurista, com música ao vivo de Sebastian Tellier)

DIOR

(Inspiração: intimidade, realidade, a conexão entre as mulheres que fazem as roupas e as que compram)

VALENTINO



(Inspiração: ópera italiana)

ELIE SAAB


(Inspiração: a pintura floral “The Roses of Heliogabalus”, de Sir Lawrence Alma-Tadema)

GIAMBATTISTA VALLI


(Inspiração: “meninas rebeldes com cabelos do dia seguinte”, um olhar mais moderno para a couture)

MAISON MARTIN MARGIELA

(Inspiração: motivos criados pelo arquiteto Frank Lloyd Wright na década de 1950, e obras como “Les Violons”, de Raoul Dufy, e “La Femme du Roi”, de Paul Gauguin)

VIKTOR & ROLF
(Inspiração: balé, a relação entre a roupa e a pele, com a participação do corpo do Dutch National Ballet)

VIONNET
(Inspiração: um olhar conceitual sobre o legado de Madeleine Vionnet)

JEAN PAUL GAULTIER
(Inspiração: cabaret e borboletas, com a participação da pin-up Dita Von Teese)

ULYANA SERGEENKO
(Inspiração: femme fatale; uma viagem de trem imaginária para o Cazaquistão e Uzbequistão)

fotos: divulgação
fonte:
http://ffw.com.br/noticias/moda/reflexao-alta-costura-flerta-com-versatilidade-mas-nao-larga-mao-do-sonho/





Tags: alta-costura, Chanel, Dior, Elie Saab, giambattista valli, Jean Paul Gaultier, Maison Martin Margiela, Paris, Ulyana Sergeenko, Valentino, viktor and rolf, Vionnet