OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

domingo, 27 de março de 2016

NADA ALÉM.......NADA ALÉM DE UMA ILUSÃO...

Uma cena da novela Passione se tornou meu objetivo de vida. Eu já assisti inúmeras novelas, tanto como telespectadora, quanto como jornalista e também como mulher de diretor, mas jamais imaginei que uma cena fosse me tocar tão intensamente. Uma belíssima produção de jantar à beira da piscina – a Globo faz isso magistralmente – com orquestra tocando “Nada além” e, de repente, Olavo convida Bete Gouvea  para dançar.  Não sonho em ter casa com piscina, nem festa com orquestra ao vivo, mas desejo chegar aos 80 anos dançando com a mesma leveza que Fernanda Montenegro nesta cena.
Aprendi a dançar com meus irmãos quando tinha menos de 10 anos. Os três mais velhos ensaiavam para as domingueiras no clube, e como faltava par eu era  levada ao posto de dançarina de salão. E gostei da brincadeira! Fui par constante do meu irmão Victor, dançamos até poucos meses antes de sua partida. E assistindo Bete e Olavo, como num filme, fotogramas, algumas imagens com cor, outras esmaecidas, como os meus sentimentos me fizeram voltar ao tempo… Lembrei pessoas, senti cheiro de festas, vi o quanto fui feliz em todos aqueles momentos e sorrisos estampados no papel, viajei num tempo em que eu ouvia:

“Dança esta música  comigo ?”

Quero sentir mais uma vez o cheiro bom do seu perfume Lancaster misturado com o meu Toque de Amor…  Quero acreditar que ainda estou com aquele vestido de renda azul turquesa, com um decote nas costas e sinto a sua mão suada na minha cintura… Faz calor e às vezes vem uma brisa morna do ventilador, um leve abano que não descola a franja da minha testa, mas alivia como uma delicada esponja de pó de arroz empoando meu nariz…. E somos apenas nós dançando La Mer ao som do disco de Ray Conniff  que roda na vitrola no enorme salão do clube da Tijuca… O mundo parou ali… Parou sim, por alguns segundos e deixou cravado em mim este sentimento que se torna tão vivo quando fecho os olhos e lembro de você…   Meu corpo se mexe, meus pés seguem os seus passos e sinto que sou Ginger Rogers e você Fred Astaire… Ninguém dança melhor do que nós… Posso perceber, mesmo com os olhos fechados que abriu uma grande roda no salão e todos admiram nossa coreografia…Como ensaiamos tantas vezes no quintal de casa, embaixo da mangueira, você assobiando no meu ouvido, às vezes cantoralando a melodia bem baixinho… Passos perfeitos, gestos delicados, somos só nós e Ray Conniff… Dança comigo mais esta noite para eu pensar que você ainda está aqui pois sei que ainda dançaremos outras vezes, na verdade nunca paramos de dançar … Você meu par perfeito e desfeito, partiu antes da música terminar … Mas tenho aqui o registro do seu sorriso ainda me olhando como se dissesse “tolinha, o baile não acabou”…

Já esqueci os momentos tristes da sua partida, a memória é seletiva, ficaram as boas lembranças, como das nossas danças… Os anos desfilam em papéis e concluo que a nossa vida é um grande baile… Com quantos dancei, esbarrei, e cada um saiu seguindo seus passos, em seu ritmo, tempo e hora… Nunca recusei uma dança, nunca fugi dos desafios… E hoje compreendo que cada um dança seus conflitos e esperanças, em busca do par perfeito para completar sua essência… Você se foi também numa manhã de sol, num cortejo simples que seguiu um caminho de terra onde podia se ouvir ao longe o barulho do mar. La Mer, o mar que tanto dançamos. Descansa em paz enquanto eu continuo nessa dança, mesmo me sentindo às vezes muito sozinha, mas sem esquecer os passos que você me ensinou…  Os 80 que me aguardem, estarei lá, firme e forte, dançando com você na memória…

foto: divulgação
fonte:
http://leapenteado.com/2010/09/02/nada-alem-nada-alem-de-uma-ilusao/

Não poderia de forma alguma deixar de publicar esse post no meu blog, porque alem de amar Lea Penteado, me apaixonei por esse texto.