OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

HISTÓRIA DO SAPATO DE SALTO ALTO

Muito se discute sobre a origem do sapato de salto alto, mas ainda não se sabe, exatamente, aonde e quando ele surgiu. Entretanto o Egito antigo é considerado o primeiro lugar que possivelmente tenha surgido os sapatos, os quais se parecem com os atuais. Pinturas rupestres de 3500 A.C mostram uma versão antecipada dos sapatos usados pelas classes mais altas. A maior parte das pessoas do Egito antigo andavam descalças.


SALTOS DIFERENTES

Durante a idade média aparece um tipo de sapato com o solado de madeira, considerados, por muitos, a verdadeira inspiração para o salto alto que eram usados tanto por homens quanto por mulheres. Logo em seguida, os sapatos plataformas(“chopines”, “originário da Turquia”) surgem por volta de 1400, e se espalhou pela Europa, mas com um detalhe marcante agora, Os sapatos eram de uso exclusivo das mulheres. Os venezianos transformaram esse sapato, dando-lhe mais riqueza e luxo, tanto em seu material, quanto no seu uso. Em alguns outros países, esse tipo de sapato era usado por concubinas e odalíscas para evitar que escapassem do harém. Os elementos de dominação já estavam assinalados nos pés dessas mulheres.

CHOPINE
Enquanto o Brasil estava sendo descoberto, por volta de 1500, os sapatos começavam a ser feitos em duas partes, uma superior flexível unida com uma sola mais pesada e dura. Os mesmos ganham popularidade durante esta época, e os homens voltam a usá-los novamente para a pratica de equitação.o salto simples para equitação deu lugar a saltos mais finos nessa mesma época, tornando-os mais elegantes. O sapato virou moda na aristocracia francesa e passou a figurar uma marca de privilégio social. No início dos anos 1700, o rei da França, Luis XIV adotou também em suas vestimentas e decretou que só a alta nobreza podiam usar salto.

MODA INVERNO QUENTE SAPATOS DE COURO

Com início da revolução francesa, os saltos desapareceram. Pois surgiu o  movimento pela igualdade, e nessa época os sapatos sem salto roubaram a cena. Por volta de 1800, o salto ressurge, mas dessa vez, com uma grande variedade de tipos e alcançando toda a América. Já  na atualidade, podemos ver um infinidade de saltos para os mais variados gostos, alguns bastante estranho! A moda fará com que continuem presente por muito tempo ainda!

fotos: divulgação
fonte:
https://dicadaeve.wordpress.com/2015/09/20/historia-do-sapato-de-salto-alto/