OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

PAUL MACCARTNEY LEVANTA A CASA BRANCA E FAZ OBAMA DANÇAR





Protagonista de um show homenagem, músico criou atmosfera romântica para o presidente e sua esposa, aos acordes de \"Michelle\"




VIP. Show aconteceu na residência presidencial americana e reuniu um grupo seleto de espectadores.



WASHINGTON - O ex-Beatle Paul McCartney conseguiu na noite desta quarta-feira, 2, algo que não é fácil: levantou a Casa Branca, fez a família Obama dançar e criou uma atmosfera romântica para o presidente e sua esposa, aos acordes de "Michelle".

Paul foi o protagonista de um show homenagem cheio de estrelas, como Stevie Wonder, Elvis Costello e Emmylou Harris, entre outros, na residência presidencial americana, após ter recebido o prêmio da Biblioteca do Congresso dos EUA.

O ex-Beatle, vestido com uma jaqueta azul sem gravata, abriu o concerto após entrar na Sala Leste da Casa Branca, pegar um violão e saltar ao palco dizendo "Bem-vindos à Casa Branca", antes de começar a interpretar "Got to Get You Into My Life".

Perante um público de centenas de pessoas, brincou que "não tocava diante de tão pouca gente desde os tempos do Cavern Club", quando os Beatles buscavam seu espaço no cenário musical de Liverpool.

Após o fim de sua apresentação, sentou-se na primeira fila de espectadores junto ao presidente Barack Obama, com quem conversou amigavelmente por toda a noite.

Em declarações antes da segunda parte do concerto, Obama afirmou que os Beatles "foram a trilha sonora de toda uma geração".

O presidente também fez uma homenagem à população da Louisiana, a mais prejudicada até o momento pelo vazamento de petróleo no Golfo do México.
"A música nos ajuda a superar os problemas", disse Obama, que acrescentou: "sempre há uma pequena parte de nós que canta, inclusive quando os tempos são difíceis".









foto: divulgação

fonte:http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer