OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

terça-feira, 31 de julho de 2012

CALVIN KLEIN

História e indicações


Calvin Klein

Calvin Klein Nascido em Nova York, Richard Calvin Klein formou-se no renomado Fashion Institute of Technology, em 1962. Inicialmente, Calvin Klein vendia suas roupas para lojas de departamentos, e foi em uma delas, a Bonwit Teller, que Calvin Klein recebeu sua primeira grande encomenda: um executivo o viu empurrando uma arara de roupas pelo corredor e, fascinado, fechou o negócio por US$ 50 mil.

Calvin Klein se aperfeiçoou na arte de confeccionar roupas masculinas, especialmente paletós, casacos e blazers. Logo, Calvin Klein fazia também roupas para as mulheres, e foi consagrado no primeiro time de estilistas de moda dos Estados Unidos do século XX, ao lado de Ralph Lauren e Donna Karan.
As linhas clássicas e suaves de Calvin Klein começaram a aparecer em coleções sportswear, com japonas, suéteres de gola rolê e calças estreitas. O midas Calvin Klein teve em cada lançamento um sucesso correspondente. Com a sobriedade como sua marca registrada, Calvin Klein caminhou para uma criação mais sofisticada, utilizando tecidos como a seda, o crepe, linhos e lãs, para criar roupas de linha alongada, de ombros estruturados, sempre respeitando os conceitos de harmonia de proporções.
Jeans, Calvin Klein

 Com os jeans, Calvin Klein tornou-se um verdadeiro mito. Ter um ‘Calvin’ passou a ser um sonho mundial de consumo.
Richard Avedon
A partir dos anos 80, o estilista Calvin Klein decidiu inovar em suas campanhas publicitárias. Contratou um dos mais famosos fotógrafos do mundo, Richard Avedon.

Brooke Shield
 Lançou uma campanha ousada com a então adolescente Brooke Shields. No anúncio do jeans da marca Calvin Klein, Shields aparecia ingênua e provocativa com o texto “Não há nada entre mim e meu Calvin”. O anúncio foi um escândalo, mas Calvin Klein aumentou seu faturamento em mais de US$ 160 milhões.
 Em 1985, nova polêmica.

 Bruce Weber
Obsession
O fotógrafo Bruce Weber criou as fotos da campanha de lançamento do perfume Obsession com conteúdo homossexual.
Vários jornais dos Estados Unidos recusaram a publicar o anúncio, mas Obsession também se transformaria num estrondoso sucesso.
 rapper Marky Mark
A grife Calvin Klein se envolveu em outro escândalo no início dos anos 90. Calvin Klein usou o homófobo rapper Marky Mark como modelo para a campanha de seus produtos. Essas ações apenas reforçaram a marca Calvin Klein. Atualmente, suas roupas masculinas e femininas são copiadas em todo o mundo.
 A influência de Calvin Klein também está em sua linha de acessórios, na qual se destacam

 além dos perfumes:
 Eternity

 Obsession
 Escape 
e o CK One.
fotos: divulgação
fonte: