OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sábado, 23 de março de 2013

ANOS 40 - EM TEMPOS DE GUERRA...

Agora aperte seu cinto pois vamos entrar na década de 40.
Como todos sabem, início dos anos 40 foi marcado pela Segunda Guerra Mundial, que não só influenciou a moda como ditou o que seria usado, por conta da racionalização de produtos e fechamento de fábricas, além da falta de mão de obra, que naquela época estava concentrada na guerra.
A palavra da vez é recessão e os tecidos e aviamentos são racionalizados, inclusive as meias finas, que sumiram de circulação dando espaço para as meias soquetes

VAMOS FALAR DE ROUPAS?

Nos primeiros cinco anos a grande novidade são os modelos militares, com os ombros bem marcados, na ideia de passar poder, a cintura é marcada e as cores tendem para o sépia, o bege e o verde musgo.
Os tecidos como o "tweed", eram bastante usados na fabricação das roupas. As saias se comparadas com a década anterior, ficaram mais curtas. As calças compridas se tornaram populares por serem mais práticas. Os vestido por sua vez, continuavam em alta, mas agora imitavam saia com casaco.
Nessa época muito se fez o reaproveitamento de roupas e criações caseiras. Mesmo depois da guerra, essas habilidades continuaram sendo importantes para a consumidora média que quer estar na moda, mas não dispõe de muitos recursos para isso.
Com o isolamento de Paris, os americanos se sentiram mais livres para inventar sua própria moda. Inclusive o conceito "ready-to-wear" (pronto para usar), que é a forma de produzir roupas de qualidade em grande escala, realmente se desenvolveu nesse período.


E A BELEZA DA MULHER DOS ANOS 40 ? 

Os cabelos continuaram crescendo se comparado aos cortes dos anos 20 e 30, porém com a falta de recursos e a dificuldade em encontrar cabeleireiros, os grampos eram as grandes armas das mulheres para prendê-los e formar cachos.

Os lenços também foram usados nessa época e os chapéus davam o charme para o visual sério das vestimentas.

A beleza feminina foi ganhando um ar mais natural, mas ainda assim, mantendo um ar sofisticado. Nessa década as sobrancelhas não são tão finas e ficam mais próximas do natural. A boca continuava marcada com o batom vermelho e a pele continua branca, mas agora com um blush suave.


PIN-UPS
Foi nesse período que as pin-ups ficaram em evidência principalmente porque fizeram milhares de soldados americanos da segunda guerra mundial sonharem em pleno campo de batalha.
Na Segunda Guerra Mundial, as pin-ups serviam de alívio para os soldados que arriscavam a vida nos campos de batalha. Betty Grable foi uma das mais populares e seus posters tornaram-se onipresente nos armários dos soldados.

O FIM DA GUERRA
Com o final da guerra, o berço da moda precisava se reerguer e por essa razão muitos costureiros franceses juntaram-se ao governo para apresentar a nova indústria da moda parisiense e o grande evento foi a exposição chamada “Le Théâtre de la Mode” que apresentou 13 cenários e 237 bonecas vestidas com roupas que iam do esporte ao vestido de baile, tudo feito manualmente, idênticos, em acabamento e luxo, aos de tamanho natural.

1947 E O NEW LOOK
 Entretanto, a grande novidade do pós guerra veio com o francês Christian Dior, que em sua primeira coleção de 1947, surpreendeu a todos com suas saias rodadas e compridas, cintura fina, ombros e seios naturais, luvas e sapatos de saltos altos.

Um único vestido de Dior podia exigir até 25 metros de tecido, e o estilo acentuava as formas femininas graças a roupas íntimas e tecidos engomados.
O sucesso imediato do seu "New Look", indicava que há duas décadas as mulheres ansiavam pela volta do luxo e da sofisticação perdidos nos anos 30 e início dos 40.
Dior imortalizou a mulher extremamente feminina, que iria ser o padrão dos anos 50.

GRANDE NOMES DA MODA:

Cristian Dior – Estabelece novamente Paris como o centro da moda, ressuscita a alta costura e marca o fim da guerra com seu New Look.

Bonnie Cashin – Transformou a bota em um grande acessório fashion.

Claire Maccardell – Tráz conceito norte-americanos de roupas esportivas para mulheres

Esse post ficou enorme! Muita coisa aconteceu nesse período e deu no que deu, um post gigante. Vou deixar para os próximos posts, os filmes para recordar essa década e as musas do período! Até a próxima.

fotos: divulgação

fonte:
http://www.rafaelando.com/2012/02/anos-40-em-tempos-de-guerra.html