OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

POCKET SHOW E COLETIVA DE IMPRENSA THRILLER LIVE BRASIL TOUR/SP

A Future Group, Broadway Brasil e Flying Music convidou a imprensa dia 08/05, para a coletiva de imprensa e um pocket show especial do espetáculo THRILLER LIVE BRASIL TOUR/SP, que estreou dia  09/05, no, Credicard Hall (Av. das Nações Unidas,  17.955), em São Paulo
Na ocasião, Gary Lloyd e John Maher, diretores do espetáculo e Edson Cabrera Junior, vice-presidente de operações, da Future Group e parte do elenco de espetáculo deram mais detalhes sobre Thriller Live. Inédito na América, a mega produção já foi vista por mais de dois milhões de pessoas pelo mundo.

 
Segundo Gary Lloyd, O espetáculo "Thriller Live Brasil Tour", celebra o astro pop Michael Jackson


A paixão por Michael Jackson juntou 20 artistas brasileiros na montagem do espetáculo Thriller Live Brasil Tour, que estreou  no Rio de Janeiro, e agora  em São Paulo. Cada um deles tem sua própria história de amor e carinho pelo astro da música pop, morto em 2008.

 A atriz Leilah Moreno, por exemplo, conta que desde os cinco anos já fazia cover do cantor.
“Minha mãe fazia as roupas e quando me perguntavam o que eu queria ser quando crescer, respondia Michael Jackson”, contou.
Para o cantor Renato Marx, a causa de ter descoberto Jackson foi o pai. “Eu cantava na igreja, mas meu pai não era evangélico e ficava em casa ouvindo Michael Jackson. Assim passei a ouvir junto e a gostar dele” disse.
Já Isacque Lopes, Felipe Adetokumbo, Pedro Henrique e Diego Jimenez, todos na faixa dos 10 aos 12 anos e que foram escolhidos para interpretar Michael no Jackson Five, têm uma história diferente em relação ao rei do pop.

“No meu caso foi através de uma tia, que tinha todos os CDs dele”, conta Felipe. Isacque conheceu Michael por um DVD do pai. Ele viu o "Moonwalk", fez igual e acabou por ganhar uma bolsa em uma escola de dança. Diego Jimenez ficou fã por causa da mãe. E de tão bom que era imitando Michael, acabou ganhando na escola o apelido de Diego Mini Michael. E quem pensa que imitar o artista pode ter trazido algum problema de bullyng na escola para os quatro meninos, Pedro Henrique dá o exemplo definitivo de que a história não é bem assim.

“Conheci Michael porque meu pai tinha CDs e DVDs. Meu objetivo era o de ser igual a ele”, disse Diego, que passou no teste. “Na escola agora todo mundo me pergunta como é que se faz para virar artista”, completou.

fotos: Joanna Prado

SERVIÇO
São Paulo: estreia 10 de maio – Credicard Hall (Av. das Nações Unidas,

nº 17.955)
www.ticketsforfun.com.br e pelo telefone 4003-5588

Quinta: 21h
Sexta: 21h
Sábado: 17:30h; 21:30h
Domingo: 16h; 20h, com exceção do primeiro domingo, dia 12 de maio (as sessões acontecem às 17h e as 21h);

Espetáculo LIVRE para todas os públicos.

Crianças menores de 15 anos devem estar acompanhados de pais ou responsáveis, portanto documento de identificação.