OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

VACINA CONTRA HPV PODE EVITAR CÂNCER DE COLO DO ÚTERO

Ministério da Saúde incorporou as três doses ao SUS  
O papilomavírus humano, conhecido como HPV, é uma doença sexualmente transmissível com mais de 100 tipos diferentes de infecção. Entre as mais graves formas de manifestação, ele pode causar o temido câncer de colo do útero.
 A boa notícia é que a vacinação contra o vírus, que antes só era aplicada para quem pagasse um alto valor pela medicação, agora será fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Essa medida anunciada pelo Ministério da Saúde já para 2014 poderá evitar que muitas mulheres passem por esse problema.

COMO TOMAR A VACINA CONTRA HPV
Serão três doses da vacina quadrivalente aplicadas em meninas de 10 e 11 anos, que estarão protegidas contra quatro variáveis do HPV. A escolha da faixa etária para a aplicação aconteceu porque o medicamento para prevenção da doença tem eficácia comprovada em pessoas que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus.
Para que as adolescentes fiquem livres do câncer de colo do útero, que, de acordo com o governo, tem 95% dos casos causados pelo papilomavírus, é preciso que os pais ou responsáveis autorizem. A imunização ocorrerá tanto nas unidades de saúde quanto nas escolas públicas. Após a aplicação da primeira dose, a segunda deverá ocorrer em dois meses e a terceira, em seis meses.

COMO PREVINIR CÂNCER DE COLO DO ÚTERO
Além da vacinação contra o HPV, é essencial praticar outras ações preventivas do câncer de colo do útero, como a realização do exame de Papanicolau e o uso de camisinha em todas as relações sexuais. “É uma vacina para proteger para o futuro, mas que não elimina as medidas de saúde que já estão sendo tomadas pelas mulheres para se proteger do vírus”, alerta o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa.

foto: divulgação

fonte: