OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

terça-feira, 24 de maio de 2016

20ª EDIÇÃO PARADA LGBT

O Jornal Jardins esteve presente ENCONTRO DE IMPRENSA 20ª EDIÇÃO PARADA LGBT, evento que aconteceu hoje 24/maio no Hotel Renaissance em São Paulo.
A Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo (APOLGBT) e a Four X Entertainment, empresa responsável pela produção da Parada Orgulho LGBT 2016 convidaram a imprensa para encontro hoje  dia 24 de maio, no Hotel Renaissance. No encontro foi apresentada a estrutura da Parada LGBT 2016, ordem dos trios, atrações da Parada, eventos programados para a semana e patrocinadores.
 Estiveram presentes:
 O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad
 Fábio Baracho da Ambev
 Cássio Rodrigo, Coordenador de Politicas da Diversidade Sexual
 Felipe de Paula, Secretário dos Direitos Humanos
 Fernando Quaresma, presidente da APOLGBT
 Nelson Pereira, diretor da APOLGBT
 e 
Líbia Miranda, da Empresa  Four 

A ideia é dar visibilidade ao segmento T, ou seja, travestis, mulheres e homens transsexuais, com foco na luta pelos direitos civis e por menos preconceito da sociedade. Além da tradicional bandeira do arco-íris, a parada terá a bandeira do movimento T, com as cores azul, rosa e branco.

“Conseguimos vários direitos ao longo desses anos. O direito de sair da invisibilidade, de demonstrar nossa afetividade em público, pensão por morte, casamento, união estável e planos de saúde. Mas tudo isso veio pelo Judiciário e hoje queremos que o Legislativo faça algo pela comunidade LGBT. Queremos que aprove uma lei que beneficie o segmento T, com a mudança da identidade de gênero”, disse o presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOLGBT), Fernando Quaresma.

Quaresma não deu uma previsão de público, mas destacou que a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo entrou em 2006 para o livro dos recordes como a maior do mundo. “O importante é termos muitas pessoas reivindicando igualdade de direitos e comemorando em um dia a luta de 364 dias do ano. Não temos mais expectativa de público, mas sabemos que é a maior do mundo. A importância da parada não é a quantidade de gente, mas os ideais que buscamos para nossa luta”, acrescentou.
Durante a parada, o movimento também lançará nas redes sociais a campanha Marque-se, pedindo para as pessoas marcarem seu rosto com as cores da bandeira trans (azul, rosa e branco), fotografarem e publicarem as fotos em suas rede sociais, a hashtag #ChegaDeTransfobia.

De acordo com Líbia Miranda, da empresa Four X, uma das organizadoras do evento, serão 17 trios elétricos desfilando pela Avenida Paulista desde o meio dia. O último sairá no sentido Consolação às 16h. Entre as atrações previstas estão a dupla Pepê e Nenem, Aline Rosa e 30 djs, além de atrações surpresa, uma no último trio e uma no show de encerramento que acontecerá no Vale do Anhangabaú.

fotos: Divulgação