OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Rainha Sílvia da Suécia concede coletiva sobre projeto social no Rio

A Rainha Sílvia da Suécia reuniu jornalistas na manhã de segunda-feira, 16/05, para uma entrevista coletiva no hotel Sofitel, em Copacabana no Rio de Janeiro. 



A Rainha Sílvia da Suécia oficializou o lançamento do espetáculo Infância Livre de Exploração e Abuso Sexual, que acontece na terça, no Theatro Municipal do Rio. 

Com grandes nomes confirmados, como Ana Botafogo, Caetano Veloso, Milton Nascimento e Maria Bethânia, entre outros, o evento promete chamar a atenção do país para a luta contra a exploração sexual infantil. A realização é da Childhood Brasil, instituição brasileira que faz parte da organização internacional World Childood Foundation, fundada há 12 anos pela soberana e que combate a exploração sexual de crianças e adolescentes. 

A rainha elogiou o engajamento do governo brasileiro na luta no combate à exploração sexual. "Estivemos aqui no Congresso (Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, realizado pela primeira vez em um país em desenvolvimento, em 2008) e vimos que o Brasil leva isso muito a sério. Organizar um evento desse tamanho foi muito importante e pôs o país em um ponto que nos mostra seriedade com esse problema", disse. 

A rainha explicou o por quê da criação da instituição: "Há 15 anos houve um caso (de exploração sexual infantil) na Suécia que me deixou chocada, emocionada. Mas ninguém queria falar a respeito. Então, eu achei que, mesmo sendo difícil como rainha, como mãe eu tinha o dever de falar". Ela fez, ainda, um chamado à sociedade: "O que eu vejo é que é importante chamar a atenção. Eu não sou política, mas posso chamar atenção dos políticos, da mídia. E acho que todos nós temos essa responsabilidade: não é só o governo, somos nós, pais, mães. Por isso, acho importante darmos as mãos. É o meu dever". 

Descontraída, ela finalizou a entrevista falando sobre a estadia no Brasil e demonstrou carinho especial com a cultura e a comida brasileira. "Eu estive agora com a minha família, mamãe é de São Paulo. Infelizmente tenho que voltar para Suécia no dia 21, tenho compromissos marcados, mas se vocês me prometerem mais sol, eu fico mais", brincou. "O Brasil é sempre muito bom, a família, os amigos, a comida brasileira, os doces brasileiros, jabuticaba...", concluiu. 

foto: divulgação