OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

UNIDOS DA TIJUCA FALOU SOBRE A ALEMANHA

Atual campeã do carnaval carioca, a Unidos da Tijuca começou seu desfile pela Sapucaí às 23h52. A escola fala sobre a Alemanha. O carnavalesco Paulo Barros usou o deus Thor, figura da cultura germânica, como guia para apresentar ao público aspectos da cultura alemã.
Apesar de problemas no carro abre-alas, que teve dificuldades para entrar na pista da Sapucaí e em alguns momentos se deslocou de forma muito lenta pela passarela, a Unidos da Tijuca cumpriu o tempo regulamentar de desfile sem registrar correria. O carnavalesco Paulo Barros e o presidente da escola, Fernando Horta, atravessaram a avenida atrás da última ala, e comemoraram a apresentação.

 O estandarte da agremiação, nas cores amarelo azul, é defendido pelo mestre-sala Marquinhos e pela porta-bandeira Giovanna.
O abre-alas que representou o Reino de Odin arrebata o público: entre raios e trovões, Thor voa por sobre o carro e é amparado por uma cama elástica, escondida na alegoria. A grandiosidade do carro alegórico, porém, pode prejudicar a escola – o carro empacou em alguns trechos da avenida, abrindo buracos na pista.
Para festejar a Alemanha com jeito brasileiro, a Unidos da Tijuca cruza a Marquês de Sapucaí com aproximadamente 3.400 componentes, divididos em 31 alas e seis alegorias.








Entre as surpresas da Unidas da Tijuca estava uma ala que montava Fuscas, juntando peças do carro, referência à Volkswagen, empresa alemã. As alegorias vivas, marca registrada do carnavalesco Paulo Barros, ficaram prejudicadas. O segundo carro, uma floresta encantada, teve dois princípios de incêndio.

http://blogs.estadao.com.br/carnaval-2013/