OBS de 22/09/2016: Queridos leitores, infelizmente o site Jornal |Jardins,teve um problema e as fot

Minha foto

Sou uma apaixonada pela vida, sem limites pra sonhar...
Sou determinada, e adoro as coisas simples da vida... Não gosto de nada mal resolvido, sou preto no branco,o cinza não me convence...Sou sincera e verdadeira e só gosto de me relacionar com gente assim...
Pessoas, que como eu, tem atitude pra mudar o que não está bom, não se conforma, nem se acomoda com o mais ou menos....Ou está bom, ou a gente faz ficar.
A FELICIDADE ESTA EM NOSSAS MÃOS E DE MAIS NINGUEM.
POR ISSO ACORDA MENINA.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

LISTA DE RESTAURANTES QUE OFERECEM CALDOS QUENTES E SOPAS EM SÃO PAULO

Quando a temperatura na cidade cai, muitos restaurantes propõem festivais de sopas à noite.
Essas opções sazonais engordam a lista de estabelecimentos que montam bufês de cremes e caldos durante o ano inteiro. São em geral padarias de grande porte.
Bufês de sopas para se servir à vontade

AS MINEIRAS:
Caldos inspirados na culinária de Minas Gerais (Foto: Divulgação) 
 As Mineiras: misto de bar e restaurante de sotaque mineiro, oferece cinco opções de sopa de terça a sábado, a partir das 18h. Entre as sugestões, diferentes a cada dia, podem aparecer caldo de feijão, canja de galinha e cremes de ervilha, mandioca com carne-seca e torresmo e de alho-poró. parmesão estão inclusos.
Acompanhamentos como torresmo, croûtons ao alho e queijo parmesão estão inclusos.

BELLA PAULISTA:
No burburinho do Baixo Augusta, funciona 24 horas. Diariamente, das 18h às 4h, serve sopas em sistema de bufê.
 Algumas sugestões que podem aparecer em cartaz são creme de mandioquinha, caldo verde, canja e capelete.

BIBI:
Criou mais de dez receitas de sopa que se revezam diariamente no bufê, composto de saladas e pratos quentes. Os caldos são servidos em xícaras antigas, dispostas sobre bandejas de espelhos. Entre as opções podem aparecer tomate ao curry, abóbora com laranja e queijo roquefort, batata ao funghi e aspargos com presunto cru. Sirva-se à vontade, de segunda a sexta.
GALERIA DOS PAES
Todas as noites, das 18h às 24h, a Galeria dos Pães serve seis tipos de sopas variadas.
Dentre as opções do cardápio, destaque a sopa de abóbora com carne-seca, creme de espinafre com queijo branco, sopão da galeria (com mandioquinha, abobrinha, mandioca, cenoura, chuchu, contra-filé, e macarrão) e a sopa do chef, que leva bacalhau, batata e leite de coco, entre outras.

 CEAGESP:

Desde 2009, a Ceagesp promove anualmente um Festival de Sopas quando as temperaturas começam a baixar. A quinta edição do evento ocorre até 18 de agosto sempre às quartas, quintas e aos domingos, das 18h à 0h, e às sextas e aos sábados, até as 2h. O bufê com cinco opções de caldo.
 Estão sempre em cartaz a versão de cebola simples ou gratinada, um clássico da noite paulistana dos anos 60 e 70. 
CONSULADO MINEIRO:
Até o fim de julho, propõe um Festival de Sopas e Cremes da Cozinha de Minas apenas na unidade da Rua Cônego Eugênio Leite, em Pinheiros. Distribuem-se pela mesa doze sabores de caldo, entre eles, creme de mandioca com carne-de-sol e canjiquinha com costelinha suína. Para acompanhar, há cuscuz de carne-seca, pão de queijo e torresmo, além de canjica doce de milho branco com amendoim. Ocorre de quarta a sábado, no jantar.

DONA DEÔLA:

Nas três lojas da rede na capital, monta diariamente um bufê com caldo verde, canja e mais quatro sabores de sopa. 

 MARIA LOUCA CASA DE PÃES:
Superpadaria no Ipiranga, oferece durante o ano inteiro um bufê com quatro tipos de sopa (canja e caldo de legumes são fixos no cardápio) mais pães e sucos . A mesa é montada diariamente das 18h à 0h..

TERRAÇO ITÁLIA
Festival de sopas começa em junho.
 O inverno ficará mais quente no tradicional e também cartão-postal Terraço Itália que promove o "Festival de Sopas do Terraço Itália", com 12 receitas elaboradas pelo chef Giancarlo Marcheggiani, com quatro sabores alternados diariamente, acompanhadas por buffet de queijos, frios e pães variados. 
Entre as sugestões de sabor estão os cremes de mandioquinha e de aspargos e a sopa de frutos do mar. O couvert artístico é cortesia.
Sem esquecer da vista mais linda da cidade.

RANCHO DA EMPADA:
A especialidade são os salgados que dão nome à casa, mas no inverno as sopas ganham espaço apenas na unidade da Vila Clementino. O festival inclui caldos como de mandioquinha, ervilha e feijão, além de queijo ralado, torradas, azeite e pimenta. A receita de camarão, lançada neste ano, pode ser pedida à la carte.

ST. ETIENNE:
Todos os dias, organiza uma mesa com até dez tipos de sopa, entre elas, mandioquinha, palmito, alho-poró e capelete com agrião, das 18h à 0h..
As lojas dos Jardins e do Alto de Pinheiros oferecem o bufê das 18 às 4h. Na unidade da Vila Madalena vai até as 23h.

VIENA:
Rodízio de pizza com direito a bufê de sopas e massas.
Nas unidades “delicatessen” e “gourmet” desta rede de restaurantes expressos, o rodízio de pizza inclui um bufê de massas, saladas, sobremesas e sopas. Entre as opções de sabor, diferentes a cada dia, aparecem alho-poró, canja, creme de mandioquinha e caldo verde.

DON CURRO:
o cardápio do Don Curro conta com diversas opções de sabores de sopas. Para quem gosta de frutos do mar, destaque para a sopa de pescados, à base de gelatina e feita com camarões, cigalas, pescada cambucu, vieiras, mexilhões, coquinas e legumes diversos. 

fotos:

divulgação